You seem to be located in .
Vá ao seu site de mercado Scania para mais informações.
Portugal
region sprzedaży
Production units
MiAslanCaja1

Mudando para a próxima década:

A Scania introduz uma nova gama de caixas de velocidades de alta tecnologia

  • Nova gama de caixas de velocidades AMT, desenvolvidas para a dirigibilidade e a sustentabilidade 
  • Caixas de velocidades com relaçoes de marcahs ampliadas, com até 1% de economia  de consumo de combustível e menos ruído 
  • Mais elve e com mudanças de marchas melhoradas, com até 3700 Nm de binário
  • Carcaça em alumínio, perdas internas reduzidas e relaçoes de marchas otimizadas 
  • Capacidade de retardador melhorada e grande oferta de PTOs inteligentes
  • Assegura que as soluções ICE continuam a apoiar os transportes sustentáveis

A Scania está a introduzir uma nova gama de caixas de velodcidades que eventualmente irá substituir todas as caixas automatizadas Scania Opticruise atuais. O primeiro membro da nova gama - G33CM - está totalmente relacionada com a nova gama V8 e com os motores de 13 litros de alta potencia com 500 e 540 hp. A Scania investiu mais de 400 milhões de euros na nova gama para reforçar a sua posição premium. Com suas caracteristicas de de referência no segmento, a nova gama de caixas de velocidades automatizadas assegura que a Scania seguirá mantendo a liderança durante a proxima decada em termos de eficiencia das cadeias cinemáticas, com baixas revoluções e baixo consumo de combustivel.

“Esta introdução adiciona ainda outro componente vital da Scania para se manter altamente competitiva em cadeias cinemáticas à base de motores de combustão interna até 2030,” afirma Alexander Vlaskamp, Vice-Presidente Executivo, Diretor de Vendas e Marketing. “A nova gama de caixas de velocidades é um exemplo primordial da excelência tecnológica da Scania, entregando alta eficiência de combustível e de transprote, para os nossos clientes de forma sustentável."

A Scania tem uma tradição longa e orgulhosa de oferecer caixas de velocidades sob o nome Scania Opticruise, que foram introduzidas no início dos anos 90. Mas porquê investir no desenvolvimento de uma nova gama de caixas de transmissão quando a Scania já tem o que é amplamente considerado como sendo uma das melhores soluções no mercado?

“É absolutamente necessário”, afirma Vlaskamp. “As nossas novas caixas de transmissão oferecem as melhorias necessárias para um transporte de carga mais eficiente e sustentável na proxima década. Uma característica central é a ampla relação de marchas, tornando-as mais adequadas para ir ao encontro dos nossos motores de baixas rotações com trocas de marchas otimizadas e consumo de combustível reduzido.”

O início das vendas da primeira versão das novas caixas de transmissão está marcado para outubro. Podem ser emparelhadas com três dos quatro V8 Euro 6 da Scania e com dois dos motores de seis cilindros em linha. Os primeiros camiões com a G33CM Scania Opticruise serão produzidos no quarto trimestre de 2020.