You seem to be located in .
Vá ao seu site de mercado Scania para mais informações.
Portugal
region sprzedaży
Production units

A Scania celebra hoje o Climate Day e in­ter­rompe a sua atividade para dar formação sobre sus­ten­ta­bi­li­dade aos seus fun­ci­o­ná­rios

Os 52 000 funcionários da Scania a nível mundial frequentam hoje uma formação sobre as alterações climáticas e contribuem com ideias de melhoria para a empresa, ao nível da sustentabilidade.

Como prova do compromisso da Scania na luta contra as alterações climáticas e a fim de cumprir com o objetivo estabelecido no Acordo de Paris, hoje, 20 de setembro, os escritórios centrais da marca, as fábricas e as unidades locais de todo o mundo interromperam a sua atividade durante uma hora, durante a qual os funcionários tiveram a oportunidade de aprender algo mais sobre as alterações climáticas e trocar ideias de melhoria pela sustentabilidade e que sejam aplicáveis a todos os níveis operacionais da Scania.

"Trabalhámos empenhadamente pela sustentabilidade e esta tem um profundo impacto nos nossos produtos, na nossa produção e na forma como fazemos o nosso negócio. As empresas desempenham um papel importante na luta contra as alterações climáticas. Não podemos ficar de braços cruzados", disse o presidente e CEO Henrik Henriksson. "Agora avançámos mais e escolhemos a formação como a ação principal do nosso Climate Day – acreditamos que aumentar o conhecimento sobre as alterações climáticas é crucial para poder cumprir o Acordo de Paris".

Em Portugal, os 180 funcionários frequentaram workshops para trazer ideias de melhoria aplicáveis a todos os níveis da empresa. As melhores ideias serão valorizadas e executadas por parte da empresa. Além disso, farão parte do Calendário Solidário anual da Scania, cuja angariação de fundos se destina à ajuda humanitária.

“É um orgulho comprovar como o compromisso com o meio ambiente está presente a todos os níveis na Scania. Esta jornada dá-nos a oportunidade de aprofundar questões sobre as alterações climáticas, compreender melhor a importância de liderar o transporte sustentável e ter a oportunidade de receber propostas de melhoria em cada área. Além disso, estas propostas vêm daqueles que melhor conhecem cada área: os próprios funcionários, pelo que o nível de pormenor e de compromisso é o máximo”, comenta Sebastián Figueroa, diretor geral da Scania Ibérica.

A Scania compromete-se a impulsionar a alteração para um sistema de transporte sustentável. O Climate Day é outro passo para cumprir esta missão. A Scania trabalha continuamente para minimizar as emissões resultantes dos seus produtos. A ambição também se aplica à redução dos níveis de emissões gerados pelas suas instalações e fábricas, suas próprias operações e transporte logístico. Nesse sentido, a Scania comprometeu-se com uma série de objetivos:

• Reduzir em 50% as emissões de CO2 no seu transporte terrestre logístico, por tonelada transportada, até 20251.
• Reduzir em 50% as emissões de CO2 nas suas operações, até 20252.
• Alterar para uma eletricidade 100% livre de combustíveis fósseis em suas próprias operações até 20203.
• Continuar a disponibilizar no mercado a gama mais ampla de produtos que funcionam com alternativas aos combustíveis fósseis4.

“As empresas desempenham um papel importante na luta contra as alterações climáticas. Não podemos ficar de braços cruzados e esperar que outros tomem medidas. Gostaria de desafiar outras empresas a tomarem também medidas e é meu desejo que, juntos, possamos causar um grande impacto”, prossegue Henriksson.

1 2016 como referência.
2 2015 como referência.
3 Onde os pré-requisitos necessários são atendidos.
4 Por mais de 25 anos, a Scania produz soluções comerciais adequadas para biocombustíveis.