You seem to be located in .
Vá ao seu site de mercado Scania para mais informações.
Portugal
region sprzedaży
Production units

Hidrogénio, um combustível do futuro? 

Porque é que as células de combustível podem ser uma das soluções para os transportes sustentáveis do futuro?

Eletrificação, automação e várias soluções de combustível híbridas e alternativas já estão a atrair muita atenção. No entanto, uma possibilidade que tem sido ofuscada na comparação é a tecnologia das células de combustível de hidrogénio.

Mas os esforços da Scania no sentido de liderar a mudança para os transportes sustentáveis também incluem trabalho nessa área. A empresa está a trabalhar em parceria com o grossista norueguês Asko no desenvolvimento da propulsão por gás hidrogénio para camiões.

Os camiões estão equipados com um propulsor elétrico e a energia elétrica é obtida a partir do hidrogénio em células de combustível a bordo dos veículos. Os camiões ou autocarros movidos a células de combustível terão sempre uma bateria e serão híbridos. Portanto, com esta solução podem funcionar a um nível de potência mais estável. A bateria pode ser utilizada em momentos em que é necessária energia extra e em momentos em que o veículo precisa de recuperar potência da energia dos travões.

 

soluções diferentes

“Tenho a certeza de que vai haver soluções diferentes e que uma solução não se adaptará necessariamente a todas as situações, mas a tecnologia das células de combustível de hidrogénio terá o seu papel a desempenhar.”

Hedvig Paradis

Gestora de Projeto responsável pela colaboração da Scania com a Asko

Hedvig Paradis é a Gestora de Projeto responsável pela colaboração da Scania com a Asko. Doutorada em tecnologia de células de combustível pela Universidade de Lund, estuda e trabalha nesta área em rápida evolução há vários anos. Está entusiasmada com o seu potencial.

"Diferentes clientes, em regiões diferentes, no mundo inteiro, necessitam de soluções diferentes e a tecnologia de células de combustível de hidrogénio pode ser uma dessas soluções. O Japão, a Coreia do Sul e a Califórnia, por exemplo, estão a apostar em soluções baseadas no hidrogénio e a construir estações de serviço para distribuição de hidrogénio", diz.

Tec­no­logia com zero emissões

A maior vantagem das soluções baseadas no hidrogénio é o facto de serem uma tecnologia com zero emissões; o camião propriamente dito só emite localmente água. Isto porque o hidrogénio é produzido de forma renovável.

Outra característica que é realmente positiva para os veículos movidos a células de combustível de hidrogénio e justifica o seu crescente interesse, é o facto de terem atributos comparáveis aos veículos convencionais, tais como padrões de reabastecimento e implantação de infraestruturas. Isso é atrativo para quem estiver receoso de fazer a mudança drástica que algumas novas tecnologias requerem.

Porém, tal como sucede com todas as novas tecnologias, esta também envolve desafios.

“A tecnologia ainda não está suficientemente madura,” explica Paradis. “Exige passos maiores em menos tempo, como tentar resolver os problemas da degradação e da duração da célula de combustível.”

Solução de trans­porte sus­ten­tável

E também há a questão central de como e onde o combustível de hidrogénio é produzido.

“As estações de gás hidrogénio ainda não estão suficientemente desenvolvidas, embora estejam a surgir mais infraestruturas. Algumas empresas, como a Asko, até estão a construir os seus próprios postos de reabastecimento, controlando, assim, o seu ecossistema. São necessárias soluções sustentáveis que tenham menos impacto ambiental.”

Além disso, os tanques de hidrogénio ocupam muito espaço no camião ou autocarro. A solução atualmente disponível é demasiado volumosa para manter uma boa capacidade que poderia ser utilizada para transportar bens ou pessoas.

Não obstante, Paradis está confiante de que a tecnologia irá superar estes obstáculos e estabelecer-se como uma das soluções de transporte sustentável.

“Acredito que as células de combustível têm um futuro brilhante,” diz.

“Serão certamente uma das opções para o futuro. Em todo o mundo vê-se que as coisas estão a acontecer – em veículos de passageiros, com empresas diferentes, com frotas piloto.”

“Tenho a certeza de que vai haver soluções diferentes e que uma solução não se adaptará necessariamente a todas as situações, mas a tecnologia das células de combustível de hidrogénio terá o seu papel a desempenhar.”

 

Como funciona

Uma célula de combustível cria eletricidade através de um processo eletroquímico, que utiliza hidrogénio e oxigénio.

A eletricidade gerada pelas células de combustível alimenta o grupo motopropulsor. O sistema tem uma bateria tampão.

As únicas emissões são água pura.

 

 

branselceller2_20170418_ai