You seem to be located in .
Vá ao seu site de mercado Scania para mais informações.
Portugal
region sprzedaży
Production units

Abre na Suécia a primeira estrada elétrica do mundo

A primeira estrada elétrica do mundo foi inaugurada perto da cidade de Gävle, no centro da Suécia, em resultado de uma parceria única que mostra o caminho rumo ao transporte sem energias fósseis. A Scania fornece os camiões movidos a energia elétrica, que irão operar em condições de tráfego reais.

Recentemente o troço de dois quilómetros da autoestrada E16 está preparado para os camiões elétricos da Scania, conduzidos em tráfego aberto, utilizando tecnologia condutiva desenvolvida pela Siemens.

O que torna especial esta nova tecnologia, que é o resultado de vários anos de cooperação entre o governo sueco e o setor privado, é no facto de permitir que os camiões funcionem como veículos elétricos quando circulam na estrada eletrificada e como veículos híbridos normais nas restantes vias. Todos os camiões Scania em circulação são híbridos, têm certificação Euro 6 e são alimentados a biocombustível.

O chefe do Departamento de Investigação e Desenvolvimento, Claes Erixon, afirma: "A estrada elétrica é um marco importante no caminho para o transporte sem energia fóssil. A Scania está empenhada no sucesso deste projeto e nas soluções de transporte sustentável.”

O camião recebe energia elétrica de um pantógrafo que está montado por detrás da cabina. Os pantógrafos, por sua vez, estão ligados a linhas suspensas, situadas por cima da faixa direita da estrada e os camiões podem ligar-se e desligar-se livremente das referidas linhas, enquanto estão em movimento.

Quando o camião sai da faixa eletrificada, o pantógrafo desliga e o camião passa a ser alimentado pelo motor de combustão ou pelo motor elétrico operado por uma bateria. Quando o condutor quer ultrapassar outro veículo no troço eletrificado da estrada, aplica-se o mesmo princípio.

A Scania considera a estrada elétrica um componente essencial para que a Suécia possa concretizar a ambição de dispor de uma frota de veículos eficientes do ponto de vista energético e sem energia fóssil até 2030. Uma outra vantagem da estrada elétrica é a possibilidade de contribuir para reforçar a competitividade da Suécia na área em rápida evolução do transporte sustentável.

Nils-Gunnar Vågstedt, responsável pela investigação da eletrificação na Scania, acrescenta: “As potenciais economias de combustível através da eletrificação são consideráveis e a tecnologia pode tornar-se uma pedra angular para os serviços de transporte rodoviário sem energia fóssil.”

O investimento no programa da Estrada Elétrica E16, em Gävle, resulta de um programa de contratação pública de soluções inovadoras que foi lançado pelas autoridades suecas. O programa envolve um investimento de aproximadamente SEK 77 milhões de dinheiros públicos, com cerca de SEK 48 milhões de co-financiamento da comunidade empresarial e da autoridade regional de Gävleborg, que administra a região da Suécia onde a estrada elétrica está situada.

A autoridade de transportes sueca, Trafikverket, a Agência de Energia Sueca Energimyndigheten, a agência de inovação Vinnova, a Scania e a Siemens são os principais financiadores da tecnologia, enquanto a Região de Gävleborg é responsável pela coordenação do projeto.

A estrada elétrica é apenas uma das várias tecnologias pioneiras em que a Scania está a trabalhar, com o objetivo de contribuir para a divulgação de soluções sustentáveis no transporte urbano e de longo curso. A empresa também está a desenvolver tecnologias para combustíveis alternativos, veículos hibridizados e totalmente elétricos, bem como para o transporte ligado autonomamente e sem fios, em paralelo com o seu trabalho para continuar a melhorar e aperfeiçoar os produtos do futuro.