You seem to be located in .
Vá ao seu site de mercado Scania para mais informações.
Portugal
region sprzedaży
Production units

Tudo o que precisa saber sobre o cumprimento da normartiva de emissões EU Etapa IIIB e US Tier 4i- Solução Scania

A entrada em vigor de uma nova legislação, envolve sempre uma infinidade de dúvidas nos clientes que querem comprar um motor ou fabricar uma máquina. É importante saber as respostas para as dúvidas que possam surgir,tais como: Quando entra em vigor a nova normativa? O que é preciso fazer para a cumprir? Que aplicações e equipamentos serão afectados? Etc. Em seguida, damos resposta a estas e outras questões.

Normativa Europeia de emissões- Etapa IIIB

Aplicável a motores montados em máquinas off-road na Europa. Afecta, com diferentes prazos de aplicação, todos os motores de entre 37 e 560 kW de potência (ver tabela abaixo), com excepção das seguintes aplicações:

- Os veículos que circulam nas estradas

- Motores marinhos

Normativa Europeia Etapa III B

Cat. Potência Data de aplicação CO HC NOx PM

 kW  g/kWh

L 130 ≤ P ≤ 560 2011.01 3.5 0.19 2.0 0.025

M 75 ≤ P < 130 2012.01 5.0 0.19 3.3 0.025

N 56 ≤ P < 75 2012.01 5.0 0.19 3.3 0.025

P 37 ≤ P < 56 2013.01 5.0 4.7* 0.025

* NOx+HC

Normativa de emissões US Tier 4i

Aplicável a motores montados em máquinas, diferente da aplicada na automoção nos Estados Unidos da América. De acordo com esta norma entende-se como motor não-rodoviário (non-road) qualquer motor de combustão interna com as seguintes excepções:

- Os veículos que circulam nas estradas

- Motores estacionários (que permanecem num local por mais de 12 meses)

- Motores para competição

- Motores de aviação

- Motores para locomotoras (aplica-se outra legislação)

- Motores marinhos (afectados por outra legislação)

- Motores para mineração subterrânea (outra legislação)

- Motores para uso recreativo (abaixo de 50 cc por cilindro)

Em Maio de 2004,a agência norte-americana EPA emitiu o regulamento final com as normas de emissão do Tier 4 que devem ser cumpridas durante o período 2008-2015 (69 FR 38957-39273, 29 de Junho de 2004).

Que parte das emissões se regulamenta?

• Partículas (PM), medidas por métodos gravimétricos

• Óxidos de Nitrogênio (NOx), tanto monóxido como dióxido de nitrogênio. Outros óxidos de nitrogênio, que podem estar presentes, como o N2O não estão incluídos.

• Hidrocarbonetos (HC)

• Monóxido de carbono (CO

Como é que a SCANIA vai respeitar os limites de emissão?

A nova gama de motores será fornecida com:

• SCR

• Sistema de injecção de combustível- Scania XPI common rail

• Aumento do volume da cilindrada

• Turbocompressor

O que é o SCR?

• O SCR é um acrônimo que significa Redução Catalítica Seletiva. É um sistema que remove os óxidos de nitrogênio mediante compostos nitrogenados como o amoníaco ou ureia. Este sistema foi desenvolvido para camiões e está devidamente testado. Uma solução de água e ureia é injectada no fluxo de escape antes do catalisador, onde as partículas de ureia reagem com os NOx e se convertem em nitrogênio e água inócuos.

• O SCR pode reduzir os níveis de emissões de NOx dos motores a diesel aos limites requeridos pela regulamentação de emissões. Quase todos os fabricantes de camiões na Europa escolheram esta tecnologia para cumprir as futuras etapas da legislação sobre as emissões.

O que é o AdBlue?

• O AdBlue é o nome comercial de uma mistura de ureia e água. É uma solução não-tóxica, e que reduz quimicamente os NOx. Quando a ureia é dissolvida em água não é tóxico e é fácil de manipular.

• O AdBlue está englobado dentro do grupo de fluidos transportáveis de risco mínimo. Assegura o cumprimento das normas ISO 22241 e DIN V 70070 e CEFIC que garantam o correcto funcionamento do sistema SCR.

Benefícios do sistema SCR:

• Maior potência

•Poupança de combustível

• Pacotes de refrigeração menores

• Filtros de partículas desnecessários

Inconvenientes do sistema SCR:

• É necessário um tanque adicional para AdBlue (normalmente (~ 10% do volume do tanque de combustível)

• Disponibilidade limitada de AdBlue mercado

• Tecnologia relativamente nova

• É necessário um catalisador

• O sistema de escape deve ser de aço inoxidável

Nova gama de motores da Scania

Após cinco anos de pesquisa e desenvolvimento no Centro Técnico da Scania na Suécia, a nova gama de motores industriais está pronta para ser lançada no mercado em conformidade com a normativa de emissões EU etapa IIIB e US Tier 4i. Esta nova gama irá substituir gradualmente a gama actual.

O esforço feito pela Scania para cumprir a legislação Euro 6 em veículos rodoviários, combinado com uma grande variedade de tecnologias desenvolvidas internamente, ajudaram a produzir uma solução única para o cumprimento da normativa de emissões EU etapa IIIB e US Tier 4i , que será obrigatório a partir de 2011.

A nova plataforma do motor aumentou a cilindrada, pressão de injecção muito mais elevada e um novo sistema de injecção com Common-Rail, o Scania XPI. Esta decisão foi motivada pela demanda do mercado para uma maior economia de combustível bem como maiores exigências ambientais, robustez e facilidade de uso.

A nova gama de motores da Scania foi projectada com o objetivo de oferecer uma ampla gama de benefícios, incluindo a manutenção das dimensões físicas da gama de motores existentes para que o cliente possa adquirir o novo modelo sem ter de modificar suas máquinas.

 

Sistema de gestão do motor exclusivo da Scania

Para assegurar o controlo de todos os aspectos que influenciam o desempenho de um motor, a Scania desenvolveu uma nova geração de controladores electrónicos de motor. A multiplicidade de funções que desempenham incluem, por exemplo, controlo de injecção de combustível, temperatura do ar de admissão e da água do motor, o pós-tratamento dos gases de escape e do nível de óleo. A unidade de controlo é montada no lado frio do motor para evitar a influência das mudanças de temperatura extremas.

O novo sistema também oferece um avançado sistema de diagnóstico e permite o registro detalhado dos vários parâmetros e dados para posterior análise.

Acordo com a Terex Corporation e Doosan Infracore

A oferta da Scania para este segmento resulta de um estudo exaustivo das necessidades dos clientes. Comprovámos que oferecendo aos fabricantes de maquinaria industrial um pacote completo de motores, serviços e suporte técnico, podemos conseguir grandes resultados. Um bom exemplo de integração bem sucedida desses fatores é a assinatura de um acordo de fornecimento com um dos maiores fabricantes de equipamentos industriais e de construção.

Em Janeiro de 2010, a Terex Corporation assinou um acordo a longo- prazo com a Scania para fornecer motores para alguns veículos e máquinas pesadas de sua carteira, que terá efeito a partir de 2011.

Jacob Thomas, Vice-presidente sénior da Terex Corporation, salienta que os principais factores que influenciam a escolha de um fornecedor são os custos de aquisiçã, custos operacionais, fiabilidade, manutenção e suporte técnico."A Scania tem a experiência e recursos tecnológicos para atender as nossas necessidades em aplicações chave do nosso producto e tem uma excelente reputação no mundo inteiro."

A Doosan Infracore é líder na fabricação de maquinaria na Coreia e forma parte do grupo mundial Doosan Corporation.

“Queriamos motores fiáveis com um rendimento extraordinário e uma rede de serviço mundial na qual os nossos clientes possam encontrar um excelente apoio”, comenta Seung Woo Yang, Director Geral e COO da Doosan Moxy. “ Encontrámos tudo isto na oferta da Scania”.

Motor  Potência  Normativa  Inicio produção

DC 9 EMS, XPI, SCR  202 kW (275 hp)  Etapa IIIB / Tier 4i  01-09-2010

DC 9 EMS, XPI, SCR  257 kW  (350 hp)  Etapa IIIB / Tier 4i  01-09-2010

DC 9 EMS, XPI, SCR  294 kW (400 hp)  Etapa IIIB / Tier 4i  01-09-2010

DC 13 EMS, XPI, SCR  257 kW (350 hp)  Etapa IIIB / Tier 4i  01-09-2010

DC 13 EMS, XPI, SCR  294 kW (400 hp)  Etapa IIIB / Tier 4i  01-09-2010

DC 13 EMS, XPI, SCR  331 kW (450 hp)  Etapa IIIB / Tier 4i  01-09-2010

DC 13 EMS, XPI, SCR  368 kW (500 hp)  Etapa IIIB / Tier 4i  01-09-2010

DC 16 EMS, XPI, SCR  404 kW (550 hp)  Etapa IIIB / Tier 4i  01-11-2010

DC 16 EMS, XPI, SCR  478 kW (650 hp)  Etapa IIIB / Tier 4i  01-11-2010

DC 16 EMS, XPI, SCR  515 kW (700 hp)  Etapa IIIB / Tier 4i  01-11-2010