You seem to be located in .
Vá ao seu site de mercado Scania para mais informações.
Brasil
region sprzedaży
Production units

Scania inova e emprega tecnologia do motor a etanol em caminhão

Montadora lança versão do semipesado P 270 movido a combustível renovável; tecnologia já está presente em ônibus que circulam em São Paulo

São Paulo, outubro de 2011 – A Scania apresenta na Fenatran 2011 o P 270, único caminhão movido 100% a etanol do Brasil. O novo veículo semipesado da montadora faz parte do lançamento da linha 2012 e da estratégia global da marca de oferecer soluções mais sustentáveis para o transporte.

A tecnologia de baixo carbono dos motores a etanol, já empregada em ônibus pela Scania, reduz em até 90% a emissão de CO2 (dióxido de carbono) e atende à legislação de emissão de poluentes Proconve P7, que entra em vigor no Brasil a partir de janeiro de 2012 e é equivalente à norma Euro 5, obrigatória pela União Europeia desde 2009. Outro diferencial do motor é que ele dispensa o uso de ARLA 32 (Agente Redutor Líquido Automotivo).

“O lançamento deste caminhão movido a etanol é mais um exemplo de pioneirismo da Scania em oferecer as melhores soluções para o mercado brasileiro. O veículo reforça a nossa posição de referência no desenvolvimento de soluções sustentáveis para o transporte”, afirma Roberto Leoncini, diretor geral da Scania no Brasil.

O P270 a etanol conta com uma motorização de 9 litros com 270 cavalos e 1.200 Nm de torque já a partir de 1.100 rpm, o que possibilita maior rendimento do trem de força, desempenho e dirigibilidade típicos dos motores a diesel.

“O segmento de semipesado está em pleno crescimento no Brasil, no mercado total de caminhões. Para atender a este nicho altamente competitivo, além de mantermos as melhores características dos veículos pesados da Scania, como economia de combustível, conforto e ergonomia da cabine, adicionamos ao produto Scania mais um valor: o da ‘sustentabilidade’”, explica Leoncini. “Esta demanda partiu de alguns dos nossos clientes ‘verdes’. Eles precisam de alternativas para atender às exigências de redução nos impactos sócio-ambientais da atividade do transporte por parte dos embarcadores”, completa.

Parte da solução – A adoção de práticas sustentáveis representa um importante desafio para o segmento de transportes. Sempre atenta a esta realidade, a Scania investe desde a década de 1980 em pesquisas para o desenvolvimento de motores movidos por combustíveis renováveis, que se tornaram o principal foco de seus negócios em escala mundial.

A Scania se tornou referência na fabricação de veículos urbanos movidos a etanol, combustível com maior potencial para redução de emissões de CO2. O etanol proveniente da cana-de-açúcar emite até 90% menos gás carbônico na atmosfera que o diesel e ainda proporciona a redução de material particulado, NOx (óxidos de nitrogênio) e hidrocarbonetos.

A novidade chegou à América Latina em maio deste ano, quando começaram a circular na cidade de São Paulo os primeiros 50 ônibus brasileiros movidos a etanol. “No Brasil, vamos contribuir para o cumprimento das metas de política ambiental não apenas na formação de uma frota de ônibus, mas também com caminhões que circulam pelas cidades, colaborando com a qualidade de vida das pessoas e reduzindo os impactos ambientais”, diz Leoncini