You seem to be located in .
Vá ao seu site de mercado Scania para mais informações.
Brasil
region sprzedaży
Production units

Brasil e Argentina vencem disputa e se classificam para final mundial do Scania Top Team 2011

Mecânicos disputam em outubro, na Suécia, o título de melhor equipe de Serviços Scania no mundo; a competição contou com 6 mil participantes de 47 países.

São Paulo, 29 de agosto de 2011 – Os brasileiros e argentinos foram os vencedores da etapa América Latina/África do Scania Top Team 2011, competição promovida pela montadora sueca para incentivar o aperfeiçoamento dos técnicos da rede de concessionárias da marca. No último sábado, equipes de seis países (Brasil, Argentina, Chile, Peru, Uruguai e África do Sul) disputaram na fábrica da Scania, em São Bernardo do Campo (SP), o título regional da competição.

 

As equipes da Argentina e do Brasil obtiveram as duas melhores pontuações, ficando com o primeiro e segundo lugares, respectivamente. O resultado garantiu a participação dos dois países na grande final mundial que acontece entre os dias 14 e 16 de outubro em Södertälje, na Suécia.

 

“Nossa equipe está contente com a vitória, porque iniciamos esse trabalho em 2008 e conseguimos envolver mais de 800 pessoas. Ao todo foram 170 equipes em todo o país”, comemorou Artur Westin, coordenador da equipe brasileira no Top Team. “Agora vamos nos preparar para conhecer ainda mais o portfólio de produtos Scania para representar o Brasil na final mundial, na Suécia”, disse. O time que representa o Brasil é formado por mecânicos da Codema, concessionária da marca de Guarulhos (SP), que venceu a etapa brasileira da competição.

 

Para Maurício Grosso, coordenador da equipe Top Team da Argentina, a vitória foi resultado da forte organização do grupo e do rodízio que fizeram entre si para executar as tarefas. “O importante é competir e compartilhar esse momento”, frisou. A melhor equipe de mecânicos Scania na América Latina e África trabalha na concessionária Grandes Camiones, da região de Rio Cuarto, na província de Córdoba.

“O Scania Top Team fomenta o contínuo desenvolvimento das competências dos profissionais da marca por meio do conhecimento dos produtos, das ferramentas e dos sistemas que fazem parte da rotina desse pessoal. Mais importante do que isso, seu objetivo é tornar o ambiente das concessionárias ao mesmo tempo eficaz e cooperativo, estimulando o trabalho em equipe e a competição saudável”, afirmou Gustavo Córdoba, gerente-executivo responsável pela Scania Academy na América Latina.

Na Suécia, o desafio prático e teórico será disputado por 10 times de diferentes nacionalidades e elegerá a melhor equipe de Serviços Scania do mundo.

          

Superação. Identificar e diagnosticar a necessidade de manutenção e reparos de forma rápida e eficaz vêm se tornando tarefas cada vez mais desafiadoras para os técnicos Scania, tendo em vista a avançada tecnologia embarcada presente nos veículos da marca.

 

Para conquistar um espaço na final, as equipes precisaram demonstrar uma perfeita combinação de habilidades tecnológicas, conhecimento, metodologia e trabalho de equipe. Mais de 1.220 equipes de 47 países participam do Scania Top Team 2011, somando 6 mil participantes – aproximadamente 67% dos mecânicos da rede de concessionárias Scania.

“O setor de transporte exige cada vez mais qualidade, eficiência e agilidade no atendimento. Além de incentivar o trabalho em equipe e promover o desenvolvimento de diferentes competências, com o Top Team queremos lapidar e manter a excelência em Serviços que nossos clientes querem e precisam ter. Afinal, eles procuram um bom atendimento antes e principalmente após a compra do veículo”, afirmou  Antonio Barros, gerente-executivo de desenvolvimento da Rede Scania no Brasil.

 

A final regional – A competição foi dividida em dois turnos. Pela manhã, participaram os times da Argentina, Brasil e Chile e, à tarde, Peru, África do Sul e Uruguai. Foram cinco rodadas individuais por equipe, sendo uma prova teórica de 50 questões e outras quatro práticas, basicamente sobre o diagnóstico de problemas técnicos no funcionamento de caminhões e ônibus, sendo que o tempo foi levado em conta na pontuação. Ao final de cerca de oito horas de uma disputa acirrada entre os participantes, as equipes do Brasil e da Argentina alcançaram as maiores pontuações e garantiram as duas vagas na final mundial.