You seem to be located in .
Vá ao seu site de mercado Scania para mais informações.
Brasil
region sprzedaży
Production units

Scania investe em Vendas de Serviços e destaca segmentação

Objetivo da montadora em 2010 é focar em áreas específicas de cada nicho de mercado

A Scania inicia em 2010 uma nova estratégia de atendimento em Serviços baseada na segmentação das aplicações dos produtos da marca. As mais de 100 Casas Scania distribuídas pelo País terão estruturas diferenciadas para Caminhões Rodoviários de Longa Distância e Distribuição; Caminhões Fora-de-Estrada para transporte de Cana-de-Açúcar, Mineração, Florestal e Construção; e Ônibus Rodoviários e Urbanos.

“As Casas Scania estarão preparadas para responder prontamente às demandas específicas de cada segmento, garantindo sempre a maior disponibilidade operacional dos veículos. Essa disponibilidade tem características bastante particulares entre caminhões rodoviários, fora-de-estrada ou ônibus. E as equipes de Serviço especializadas poderão atuar como consultores em cada segmento, o que melhorará o desempenho dos veículos durante a operação”, declara Sidney Basso, diretor de Serviços da Scania – Unidade de Negócios Brasil.

Até o final deste ano, estão previstos investimentos de R$ 25 milhões na adequação e padronização da Rede de Casas Scania no Brasil. A segmentação em Serviços é mais uma ação que acompanha o conceito de “GPS Scania”, que reúne Gente, Produtos e Serviços para o melhor atendimento do cliente, objetivando a maior disponibilidade e eficiência dos veículos e o menor custo operacional.

A Scania é um dos principais fabricantes mundiais de caminhões e ônibus para transporte pesado e de motores industriais e marítimos. Os produtos de serviços têm participação crescente nos negócios da empresa, assegurando aos clientes soluções de transporte econômicas e com alta disponibilidade operacional. Com 32 mil colaboradores, a Scania está presente em mais de 100 países e possui operações industriais na Europa e na América do Sul, com possibilidade de intercâmbio global de componentes e veículos completos. Em 2009, as receitas totais da Scania alcançaram 62 bilhões de coroas suecas e o resultado financeiro após a dedução de impostos foi de 1,1 bilhão de coroas suecas.