You seem to be located in .
Vá ao seu site de mercado Scania para mais informações.
Brasil
region sprzedaży
Production units

Scania vende caminhões para o segmento de mineração desde 2001

Em 2007, a indústria da mineração respondeu por mais de 5% do Produto Interno Bruto brasileiro, contribuindo com 70 bilhões de dólares para a economia. Dos 100 municípios com mineradoras que mais arrecadam no país, 36 localizam-se em Minas Gerais, onde estão as minas da Vale. Para atender à forte demanda desse segmento, a Scania começou a disponibilizar caminhões para as atividades de extrativismo mineral em 2001.

“Tudo começou em 1999, quando as empresas de engenharia de concreto Concrepav e Concretex solicitaram para a Scania caminhões para a aplicação de betoneiras. Trouxemos, então, um lote de 14 veículos, sete para cada companhia. Dois anos depois, iniciamos as vendas de caminhões para o uso na mineração”, diz Roberto Leoncini, diretor de vendas de veículos da Scania no Brasil.

A Scania sempre se preocupou em oferecer soluções que englobam não só os veículos, mas também a área de serviços. Afinal, o setor exige uma atuação diferenciada e, desde 2000, a montadora vem se desenvolvendo para atender essa demanda. Ao adquirir um caminhão fora-de-estrada, o cliente encontra à sua disposição vários serviços específicos para o segmento nas Casas Scania.

Ao longo dos anos, a Scania manteve-se participando ativamente do segmento graças à versatilidade na operação dos modelos 8X4 e 6X4 equipados com caçamba, que exigem menos investimentos em relação à pista e ao espaço de manobra. Além do transporte dos minérios, os veículos 8X4 também são usados como caminhões-pipas para molhar a pista e assentar a poeira nas operações nas minas.

Dos 6.500 caminhões Scania vendidos no ano passado no mercado brasileiro, mais de 1.000 são de utilização fora-de-estrada, que, inclui ainda os setores madeireiro, de cana-de-açúcar e de construção. Desse volume, 50% foram destinados ao trabalho nas minas. Já o primeiro semestre desse ano registrou uma evolução de aproximadamente 20% nas vendas para essa aplicação em comparação ao mesmo período de 2007.

Os caminhões de mineração trabalham em torno de 18.000 horas. São, em média, três anos de operação na mineração. “Alguns veículos têm uma segunda rodada em situação inusitada. São vendidos para empresas que atuam na extração de madeira no Mato Grosso, por exemplo. Elas instalam um outro implemento para a utilização dos caminhões”, afirma Leoncini. O diretor ressalta que, hoje, os modelos 8X4 já começam a ser empregados na área da construção civil, a exemplo do que ocorre na Europa.