You seem to be located in .
Vá ao seu site de mercado Scania para mais informações.
Brasil
region sprzedaży
Production units

Lucro da Scania na América Latina para o terceiro trimestre é de US$ 4 milhões

A Scania apresentou como balanço de suas operações latino-americanas para o terceiro trimestre deste ano um lucro de US$ 4 milhões, resultado positivo pela primeira vez no ano. No primeiro e segundo trimestres, a Scania havia contabilizado na região prejuízos de US$ 6 milhões e US$ 5 milhões, respectivamente. No mundo, a montadora registrou um lucro de US$ 57 milhões para o trimestre, 78% acima dos US$ 32 milhões do mesmo período do ano passado.

"O realinhamento de nossos preços no Brasil, aproximando-os dos valores mundiais, e o envio de componentes e veículos completos montados nas fábricas da América Latina para a Europa influenciaram no resultado positivo da Scania na região, mostrando que estamos no caminho certo", comenta Leif Östling, presidente mundial e CEO da Scania. A montadora reajustou seus preços no Brasil em 25% a partir de janeiro deste ano, após três anos seguidos de prejuízo por conta da desvalorização do real.

No acumulado dos nove primeiros meses, a Scania comercializou 27.100 caminhões e ônibus nos mercados europeus, com queda de 8% em relação a igual período de 2001. Na América Latina, o número de caminhões e ônibus Scania vendidos de janeiro a setembro foi de 3.855, resultado 36% inferior ao do ano passado. No Brasil, a Scania fecha setembro com 2.426 veículos vendidos desde janeiro, quantidade 48% menor que as 4.660 unidades comercializadas nos nove primeiros meses de 2001.

Apesar da diminuição geral do volume das vendas, a receita operacional da Scania na Europa, de janeiro a setembro deste ano, foi de US$ 395 milhões, com variação positiva de 1% sobre 2001. Na América Latina, o prejuízo de US$ 22 milhões referente ao mesmo período do ano passado foi reduzido para US$ 7 milhões este ano.