You seem to be located in .
Vá ao seu site de mercado Scania para mais informações.
Brasil
region sprzedaży
Production units

Scania bate recorde de vendas em 2000

A Scania obteve resultados positivos em suas operações mundiais em 2000. As vendas de caminhões e ônibus pesados da marca cresceram 12%, alcançando o volume recorde de 56.492 veículos (50.414 em 1999). A participação da Scania na Europa aumentou para 15,6% (14,9% em 1999) e houve recuperação nas vendas na América Latina, que somaram 8.625 caminhões e ônibus pesados (7.495 em 1999). O faturamento mundial da Scania em 2000 foi superior a US$ 5,6 bilhões.

Esses números foram divulgados hoje, na Suécia, pelo presidente mundial da Scania, Leif Östling. Ao analisar o desempenho da empresa em 2000, Östling destacou a receita operacional positiva obtida pela Scania, que alcançou US$ 534 milhões, e a gradual recuperação da economia na América Latina. No ano passado, o faturamento da montadora na América Latina alcançou US$ 640 milhões e a receita operacional na região voltou a ser positiva.

O presidente mundial da Scania prevê que o mercado de caminhões pesados na Europa, que em 2000 alcançou a marca de 244 mil unidades, deverá declinar para cerca de 220 mil veículos este ano. “Mas esse menor volume na Europa deverá ser compensado pelo crescimento nas vendas de veículos pesados na América Latina e Ásia”, ressaltou Östling.

No ano passado, o Brasil foi o terceiro maior mercado do mundo para a Scania em vendas de caminhões. A montadora comercializou no mercado brasileiro 5.335 unidades, mantendo-se na liderança do segmento de caminhões pesados, com uma participação de 29,7%.