You seem to be located in .
Vá ao seu site de mercado Scania para mais informações.
Brasil
region sprzedaży
Production units

Modelos Scania têm crescente aplicação em bitrens e rodotrens

Desde o seu surgimento, na metade da década de 90, as composições bitrem e rodotrem têm proporcionado maior aproveitamento da capacidade de tração dos cavalos-mecânicos. Hoje, praticamente a totalidade dos caminhões Scania com tração 6x4, na versão estradeira (com bogie leve), são destinados a esse tipo de aplicação.

“São cerca de 100 a 150 unidades por mês que têm como destino a tração de bitrens ou rodotrens em operações de transporte de combustível, grãos, madeira, fertilizantes e aço, entre outras”, informa Sílvio Munhoz, diretor de Vendas de Caminhões da Scania.

Bitrens e rodotrens correspondem, basicamente, a duas carretas atreladas uma a outra e tracionadas por um único cavalo-mecânico. O peso bruto total combinado (carga mais veículo) de um bitrem é de 57 toneladas. No caso dos rodotrens, esse peso chega a 74 toneladas.

O “Rei da Estrada”, cavalo-mecânico R164 GA6x4, com motor eletrônico V8, de 16 litros e 480 cavalos, lançado pela Scania no Salão Internacional do Transporte, deverá atender à crescente demanda por esse tipo de composição. “O novo modelo Scania é um veículo ideal para a tração de bitrens e rodotrens devido à sua grande potência.”, destaca Munhoz.

A Scania foi pioneira em apresentar soluções para a tração de bitrens e rodotrens. Em fevereiro de 1998, junto com o lançamento da Série 4, a montadora trouxe o motor eletrônico de 12 litros com 420 cavalos e em março deste ano, lançou o motor eletrônico de 400 cavalos. Esses dois motores equipam diversos modelos da Scania com tração 6x4, próprios para bitrens e rodotrens, que podem tracionar até 78 toneladas sem necessidade de redução nos cubos das rodas.