You seem to be located in .
Vá ao seu site de mercado Scania para mais informações.
Portugal
region sprzedaży
Production units

Série L da Scania agora equipada com um motor de 7 litros


• A inovadora Série L de entrada rebaixada pode agora ser encomendada com o motor DC07,
• Uma solução para a distribuição, recolha de resíduos e construção em áreas congestionadas da cidade onde a segurança, a ergonomia e o baixo peso são relevantes,
• Em combinação com a janela urbana segura Scania, os sistemas de câmaras e condutores formados, esta opção constitui uma solução otimizada para aplicações urbanas.

A Série L da Scania, que inclui função de ajoelhamento, tem todas as capacidades necessárias de um camião concebido para circular em áreas urbanas. Com a introdução do motor DC07 também para a Série L, o volume de transporte de carga foi agora aumentado em cerca de 360 kg. Está disponível em três potências de motor: 220 cv, 250 cv e 280 cv.

Com a introdução das cabinas Série L em 2017, a Scania conquistou uma posição importante no segmento dos veículos comerciais pesados urbanos. Trouxe algo novo – um camião modular, de entrada rebaixada, com todas as capacidades que caracterizam a Scania, mas com o condutor – e o acesso – colocados ao nível da estrada. A Série L permite um excelente acesso à cabina e alivia o esforço físico do condutor, permitindo também uma interação real com outros condutores, ao mesmo nível, em situações de trânsito intenso.

“Inicialmente, concentrámo-nos principalmente em determinadas aplicações, com operações ligeiramente mais pesadas, ao disponibilizar a Série L com os nossos motores de 9 litros e cinco cilindros em linha,” explica Stefan Lindholm, Senior Product Manager, Scania Trucks. “No entanto, o que presumimos logo no início foi posteriormente confirmado. Existe uma procura de soluções baseadas num motor mais leve e mais flexível de 7 litros.”


A Scania começou agora a disponibilizar os seus motores de 7 litros e seis cilindros em linha também para as cabinas Série L de entrada rebaixada. Esta combinação constitui o par perfeito para aplicações onde os camiões circulem em áreas urbanas densas.

Verdadeiramente Scania
O motor Scania DC07 foi inicialmente introduzido em 2017 e disponibilizado apenas em combinação com as cabinas Série P da Scania. Trata-se de um motor leve, robusto e moderno, de seis cilindros em linha e com uma cilindrada de 6.7 litros. Oferece um binário de 1200 Nm logo a partir das 1050 rpm, na sua versão mais potente de 280 cv. Este motor integra o sistema de pós-tratamento de gases de escape desenvolvido internamente pela Scania, com tecnologia SCR apenas, e pode ser equipado com PTOs acionados pelo motor. O DC07 foi imediatamente aclamado pela imprensa e pelos clientes graças à sua performance suave, baixo ruído e eficiência em termos de combustível.

“Sim, foi muito bem recebido,” confirma Lindholm. “É o motor de camião mais pequeno da Scania desde há muito tempo. No entanto, continua a integrar todas as características reconhecidas da marca: eficiência de combustível topo de gama, a nossa filosofia de baixas rotações e a capacidade de funcionar 100% a HVO (óleo vegetal hidrogenado) ou FAME (éster metílico de ácidos gordos), fora da caixa, com uma redução de dióxido de carbono de até 90%.”

O motor de 7 litros e seis cilindros em linha da Scania está disponível com três motorizações diferentes, com um máximo de 280 cv. É reconhecido pelo seu débito de potência suave e perfeito, mesmo a baixas rotações.

Tendência redutora
A força motriz subjacente à procura crescente de "soluções citadinas" reside nos regulamentos locais e numa crescente consciencialização sobre a segurança.

“Os transportadores que operam em áreas urbanas enfrentam exigências cada vez mais limitativas - e perfeitamente justificadas - relativamente ao ruído, emissões e à capacidade de integração num trânsito exigente e interação com peões e ciclistas,” explica Lindholm. “Um camião basculante com grua da Série L, equipado com um motor DC07 e com câmaras, além de uma janela urbana segura da Scania no lado do passageiro, pode ser o veículo de manutenção ideal.”

A Scania acredita que os clientes tradicionais para a nova combinação estarão entre os transportadores e os empresários que pretendem garantir um funcionamento diário isento de problemas nas áreas urbanas. Existem empresas que entregam mercadorias, recolhem resíduos e são ativas na construção ou na manutenção de infraestruturas. Neste tipo de atividades, uma boa visibilidade, um ambiente para o condutor de qualidade superior, em combinação com uma economia total de funcionamento favorável, são elementos decisivos.

Criado para a cidade
As cabinas Série L têm uma dimensão de 6 m de comprimento e estão disponíveis com três alturas de tejadilho diferentes: baixo, normal e alto. Se encomendada com a função de ajoelhamento, precisará apenas de um degrau para entrar na cabina, com a altura do piso a cerca de 80 cm do solo. As configurações típicas dos eixos para aplicações urbanas rígidas são 4x2 ou 6x2*4 (com o eixo portador de direção elétrica da Scania).

"Este tipo de camiões funciona normalmente na distribuição, mas vemos cada vez mais camiões fabricados à medida, orientados para a construção", afirma Stefan Lindholm, Gestor Sénior de Produto da Scania Trucks. "Muitos veículos de construção passam a maior parte do tempo em ruas congestionadas nas cidades." Neste caso, um camião basculante Série L com o motor DC07 de 280 CV e a caixa de velocidades certa poderia ser ideal. Acrescente o Scania Zone, assim como a assistência ao condutor, e terá um camião Scania totalmente equipado para enfrentar a selva urbana."

O Scania Zone é um serviço baseado no posicionamento para ajuste automático do veículo. Ajuda os condutores a cumprir as regras de trânsito e ambientais, permitindo uma utilização sustentável do camião com uma segurança otimizada para os residentes.

Dados técnicos do motor DC07

DC07 111
220 cv DC07 112
250 cv DC07 113
280 cv
Tipo Em linha
Cilindrada 6.7 litros
Sequência de disparo 1-5-3-6-2-4
Cilindros 6
Válvulas por cilindro 4
Diâmetro x curso 107x124 mm
Tipo de came Normal
Compressão 17.2:1
Injeção de combustível Bosch
Controlo de emissões Scania SCR
Travão de escape 105 kW @ 2500 rpm
Volume do óleo 24,5 litros
Potência máxima 220 cv (162 kW)
@ 1900 rpm 250 cv (184 kW)
@ 1900 rpm 280 cv (206 kW)
@ 1900 rpm
Binário máximo 1000 Nm @
1050-1500 rpm 1100 Nm @
1050-1550 rpm 1200 Nm @
1050-1600 rpm