You seem to be located in .
Vá ao seu site de mercado Scania para mais informações.
Portugal
region sprzedaży
Production units

Helder Brito, vencedor da Scania Driver Com­pe­ti­tion em Portugal


Helder Brito consagra-se como vencedor da prova portuguesa da Scania Driver Competition, que se realizou nas instalações do concessionário da Scania em Leiria.
Com esta vitória, Helder Brito será o representante de Portugal na final europeia, em Maio, na Suécia.

Este evento da Scania, já na 7a edição e realizada em quase 50 países, dedica especial atenção ao papel do motorista profissional, ciente de que ele é um elemento fundamental na segurança, no meio ambiente e no negócio, e está aberto a todos os condutores de pesados - em Portugal inscreveram-se quase 500 dos quais acabaram, através de um teste teórico, por ser selecionados 20, sendo 18 homens e 2 mulheres, que utilizaram no dia de testes finais a cabina da nova geração Scania R450.


Sete provas para vinte finalistas

Durante toda a manhã e tarde de sábado dia 6 de Abril, os participantes realizaram um total de 7 provas. As duas com maior pontuação, 750 pontos cada uma, eram a condução eficiente e segura, realizada num percurso de 12 kms de estrada aberta ao tráfego, ao volante de uma Scania R450, com reboque, e uma prova de maneabilidade, durante a qual os participantes eram avaliados pela sua habilidade, precisão e tempo de realização da prova.

As outras 5 provas, valendo 100 pontos cada uma, consistiam:
• numa entrevista pessoal para conhecer a motivação dos participantes pela sua profissão e as razões que os levaram a participar neste tipo de campeonato,
• num teste psicotécnico para avaliar a destreza do condutor,
• na amarração de uma carga no camião, segundo as normas legais,
• na verificação prévia do veículo antes de iniciar a marcha
• e finalmente numa prova de primeiros socorros a fim de se avaliar a capacidade de decisão numa situação de emergência.
 

Grande final a três

A meio da tarde, e terminadas todas as provas para os 20 participantes, foi altura de revelar o total das pontuações e de assim ficar a conhecer o nome dos três finalistas, a saber Helder Brito, Bruno Achega e Nuno Miguel Pereira, que participaram de seguida numa mesma prova em simultâneo, cada um ao volante de um camião - um desafio de perícia e manobras dentro de um rectângulo, devendo, em três dos quatro cantos, o veículo tocar num cilindro encarnado e fazê-lo tombar entre dois cilindros azuis.
Perante o desafio, Helder Brito foi sem dúvida, o mais rápido - cumpriu a prova com enorme destreza, conseguindo o desejado titulo de campeão de Portugal, seguindo-se o Bruno e o Nuno Miguel, que o acompanharão à Suécia para o incentivarem e lhe darem força na competição europeia.

Os três finalistas foram também premiados com cheques no valor respectivamente de 1000, 750 e 500 euros e os dois primeiros vão receber um curso de formação de condutores em Madrid.

De referir que a prova em estrada aberta serviu ainda para descobrir o condutor mais eficiente, aquele com melhor relação entre os parâmetros tempo e consumo, tendo esse prémio de sustentabilidade, no valor de 500 euros, sido atribuído a José Maria Lopes que confessou que o segredo “é a antecipação das manobras e ter muita atenção para com a interacção da condução com os outros, que é o que eu costumo fazer, e um pouco de sorte porque não apanhei muito trânsito durante a minha prova”.
 

Campeonato5

Ouvindo os finalistas

O finalista que conseguiu o terceiro lugar já tinha participado em edições anteriores, o que levou Nuno Miguel Pereira a tomar o gosto e a inscrever-se mais uma vez, agora que a competição deixou de ter um limite de idade e se destina a todos e não apenas aos mais jovens motoristas, e reconheceu no final “que é sempre um dia bem passado, a organização é muito boa, há um grande companheirismo, é uma experiência muito bem conseguida e só foi pena não ter logo deitado abaixo o pino à primeira, o que trouxe um certo nervosismo e me impediu de fazer melhor”.

Bruno Achega, segundo classificado, revelou que “há um ano e meio que tenho vindo a descobrir o mundo da condução sustentável e eficiente e foi isso que me levou a decidir inscrever-me, com curiosidade pelo tipo de parâmetros de avaliação do melhor motorista desta competição, e valeu imenso a pena, foi muito gratificante pela experiência, pela descoberta de novas funcionalidades, pela partilha de ideias e por ter ganho a possibilidade de fazer o curso de formação em Madrid”.

Nas palavras do Helder Brito, estreante e vencedor da prova e representante de Portugal na final europeia, havia um natural entusiasmo. “Ouvi falar da competição no concessionário Scania do Porto e mesmo sem ter muita informação sobre ela, ponderei e decidi inscrever-me, também não havia nada que pudesse correr mal e logo se vê como é” - pensou. E a experiência acabou por terminar da melhor maneira, pois “uma vez aqui reparei que era um ambiente fantástico, que tudo estava muito bem organizado e as provas foram para mim uma completa surpresa, nunca tinha participado em nada semelhante e quem sabe, talvez por não trazer expectativas de coisa nenhuma, correu muito bem!”
 

Campeonato4

Final europeia

De 23 a 26 de Maio, a Suécia, país onde nasceu a Scania e onde se situa a sua sede, será o palco da final europeia da Scania Driver Competition, o maior campeonato em todo o mundo, para condutores de pesados profissionais.
O prémio para o vencedor está à altura do prestigio da marca - um camião Scania no valor de 100 mil euros.

Portugal terá em Helder Brito o seu representante na Suécia - interrogado sobre o que espera dessa final, adiantou que “tal como nesta prova, estou completamente a zero… de modo que agora vou desfrutar deste momento de alegria com a família e depois logo se verá a prova na Suécia”.
 

Campeonato9