Ação solidária

para caminhoneiros

Mesmo em situação de afastamento social, a atividade de motorista de caminhão não foi interrompida, uma vez que é essencial para garantir o abastecimento das cidades e hospitais. No entanto, a classe foi amplamente afetada pelo reduzido funcionamento de restaurantes, postos e pontos de paradas nas principais rodovias do país. Como consequência, profissionais reportaram a dificuldade em conseguir alimentar-se e higienizar-se durante a jornada.

A Scania articulou uma ação humanitária para este público com as empresas Copagaz, Dry Up, EatsforYou, Ecorodovias, Itaú, Jasmine, Natura, Porto Seguro e ZEG, além da Polícia Rodoviária Estadual de São Paulo, com o objetivo de ajudar os profissionais das estradas que passaram no pátio da Ecovias, no km 40, da Rodovia Anchieta durante o período de distanciamento social.

Foram três meses de ação e mais de 34.000 caminhoneiros impactados. Mas o verdadeiro resultado desta iniciativa é invisível e não poderá ser quantificado: o sentimento de gratidão de ter conseguido apoiar quem precisava.